sexta-feira, 31 de agosto de 2012

Turnê de Madonna 2012 - Uma Agenda Illuminati



A Grande Sacerdotisa da indústria da música está de volta em turnê e que começou em Tel-Aviv, Israel. Como vimos no artigo Super Bowl 2012 e Madonna - A Celebração a Sacerdotisa da Indústria da Música, Madonna assinou um contrato multi-ano com a Interscope Records e, desde então, todas as suas novas obras abraçam plenamente a Agenda Illuminati, como o resto da indústria da música. No entanto, uma vez que são as coisas de Madonna, isso é levado para um outro nível. As pessoas têm vindo a esperar controvérsia da cantora, mas isso não é simplesmente controvérsia para o bem dela como e ela costumava fazer nos anos 90. Não, isso tudo é simbólico e calculado, projetado para transportar todas as mensagens dos Illuminati. Aqui está um pequeno artigo do Telegraph que resume seu show:

Madonna diz a Israel: Você não Pode ser um Fã meu e Não Querer a Paz Mundial


Madonna, cuja conversão à seita esotérica judaica Cabala provocou uma tendência improvável em Hollywood, lançou sua turnê mundial em Tel Aviv na noite passada com um pedido de paz no Oriente Médio. A cantora americana cumprimentou 30.000 fãs israelenses no Ramat Gan Tel Aviv Stadium com a declaração: "Você não pode ser um fã meu e não querer a paz no mundo". Sua gestão tinha distribuído centenas de bilhetes gratuitos para isso.

"Nós todos sangramos a mesma cor", disse Madonna a uma multidão em êxtase, em pé contra o pano de fundo com um crucifixo enorme iluminado e símbolos satânicos. "Se todos nós podemos superar nossos egos e nossos títulos e os nomes dos nossos países e nossas religiões, e tratar a todos à nossa volta com dignidade e respeito, então estamos no caminho para a paz. Se há paz aqui no Oriente Médio, então pode haver paz no mundo inteiro."

A diva, em seguida, passou a executar sua canção "Gang Bang", acompanhada por imagens de manchas de sangue, clips de vídeo que mostram a pulverização da cantora por balas de ambas armas e uma metralhadora, e fechando com a frase "morra, cadela!"A comunidade ultra-ortodoxa de Israel, no entanto, ficaram indignados que a "Like A Virgin" estava se apresentando no Estado judeu. Um relatório publicado no jornal religioso 'HaEda', descreveu o passeio como "vergonhoso" e afirmou rumores de que a "famoso cantora gentia" poupou visitar locais religiosos no norte do país pois havia "dor e raiva dentro da comunidade temente a Deus". Madonna já teria adiado uma viagem planejada para Galiléia por protestos da comunidade religiosa local. - Fonte: The Telegraph

Analise 

Então, o show começa com Madonna pedindo a "paz mundial", um slogan da Nova Ordem Mundial. Poucos minutos depois, ela dança carregando metralhadoras, revólveres e um fuzil AK-47 - uma arma que é amplamente utilizado em guerras em todo o mundo, inclusive em Israel. A dissonância cognitiva entre o que diz Madonna (ou seja, "Se há paz aqui no Oriente Médio, pode haver paz no mundo inteiro"), e o que ela faz (um monte de tiros e morte de pessoas com manchas de sangue em todos os lugares) é típico dos Illuminati de suas coisas em duplo sentido. Como Orwell escreveu há várias décadas, Guerra é Paz, liberdade é escravidão e ignorância é força.

Glamourizando a violência, morte e opressão. Além disso, estampas de leopardo representam a programação felina (Beta), sugerindo que essas mulheres foram "programadas" para fazer isso.

No Alto da fala duplamente hipócrita sobre guerra, há também a fala duplamente hipócrita sobre espiritualidade. Após seu discurso moralizante sobre "respeito": "Se todos nós podemos superar nossos egos e nossos títulos e os nomes dos nossos países e de nossas religiões, e tratar a todos à nossa volta com dignidade e respeito, então estamos no caminho para a paz", o show se transforma em uma grande missa negra de insulto ao cristianismo.

O show começa com um crucifixo vermelho (em sangue) iluminado tendo letras do DNA mitocondrial - um acrônimo estranhamente semelhante ao MDMA, um outro nome para o ecstasy - uma droga que é muito popular nas pistas de dança em todo o mundo

A Missa Negra de Madonna incluiu monges se transformando em strippers masculinos juntamente com vísceras, armas e símbolos satânicos piscando nas paredes. Coisas que muitos astros pop fazem nos últimos anos. Não se trata de arte, isso é tudo propaganda insistente.

Em suma, a MDNA Tour de Madonna reflete como os Illuminati confundem o mundo com seu duplo sentido. Eles embalam o mundo com negociações de "paz mundial", enquanto glamourizam a morte, derramamento de sangue e opressão das massas. Ela moraliza as pessoas sobre "tolerância religiosa", enquanto sistematicamente atacar e destrói todas as religiões que não fazem parte do sistema de crença da elite mundial - que, aliás, inclui uma versão bastarda da Cabala, tal como a praticada por Madonna, a Grande Sacerdotisa da indústria da música.


Comentários
1 Comentários

1 comentários:

  1. Maldita!!! Que a Ira do Eterno cai sobre ela!

    ResponderExcluir

 

Não a Nova Ordem Mundial Copyright © 2011 | Template design by O Pregador | Powered by Blogger Templates

Subir Bajar